HEALTH CLUBS E SUSTENTABILIDADE

saúde e bem-estar

Henrique Martins

Communications Consultant

Lisbon Sustainability Agency

Terça-feira, 3 de setembro de 2019, às 11:20

Segundo os dados do Eurobarómetro publicado em março de 2018, Portugal, Grécia e Bulgária são os países com mais baixa adesão à prática de exercício físico, com 68% da população, contra apenas 13% na Finlândia. Estes dados mostram uma clara oportunidade a que as cadeias de ginásios e health clubs estão atentas. Ir ao encontro das necessidades e expectativas dos potenciais Clientes, com particular atenção para as tendências de sustentabilidade, pode fazer realmente a diferença.

Uma análise dos fatores críticos de sucesso, enquadrada nos três pilares da sustentabilidade, permite identificar áreas de melhoria que captam a atenção e assumem uma clara diferenciação. O crescimento do setor low cost e a redução do IVA devido ao impacto positivo na prevenção de problemas de saúde são um claro foco na sustentabilidade económica do setor. Mas existem outros factores que, da mesma forma, se revelam oportunidades, hoje em dia vistas como fundamentais num negócio que se quer afirmar e proliferar.

A análise do ciclo de vida de um ginásio e do impacto das suas atividades quotidianas relacionadas com o consumo de energia, o consumo de água, a produção e tratamento de resíduos, alargando às suas cadeias de fornecedores, abrem claramente margem de grande melhoria. O cálculo da pegada de carbono é o diagnóstico perfeito para uma análise responsável e o suporte à definição de planos de ação.

As tendências de sustentabilidade demonstram que a população está preocupada com o impacto da atividade humana no planeta e que dá preferência a utilizar serviços que mostram ter esse cuidado. Este fenómeno de mudança de comportamentos do consumidor é mais evidente na geração millennial, que constituem o maior grupo de potenciais Clientes. Além disso, estas preocupações incluem também questões de sustentabilidade social que vão muito para além dos benefícios da atividade física na sua saúde, bem como as condições de trabalho dos Colaboradores, o pagamento justo e a transparência do negócio.

Na LSA, procedemos ao diagnóstico das práticas internas de health clubs e estabelecimentos desportivos, com vista ao planeamento e implementação de projetos de sustentabilidade das mais variadas dimensões, para que se tornem locais mais eco-friendly. A existência de certificações de sustentabilidade adequadas ao setor revela ainda uma oportunidade mais inovadora de embarcar nesta jornada.

gri_logo_core.jpg

Política de privacidade © 2019 Lisbon Sustainability Agency. Todos os direitos reservados.